Secretaria da Saúde Portal Sesab SUS - 20 Anos
English Spanish

Últimas Notícias

Hemoba terá posto de coleta para cadastro de medula em shoppings

E-mail Imprimir PDF

Basta apenas uma pequena quantidade de sangue (5 ml) para se cadastrar internacionalmente no banco de doadores de medula óssea e, a partir desta terça-feira (21), o cadastro de novos doadores ficará ainda mais fácil. A Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba), em parceria com o Grupo JCPM, disponibilizará dois postos temporários para cadastro de doadores de medula. No Salvador Norte Shopping, até o dia 15 de fevereiro e no Salvador Shopping, até 29 de fevereiro. Os postos funcionarão de segunda a sexta-feira, das 09h às 19h, e aos sábados, das 9h às 13h.

 

Apesar de o cadastro ser um procedimento simples e extremamente importante para viabilizar o tratamento de diversas doenças, a coleta da medula para transplante só é realizada caso seja confirmada a compatibilidade. Atualmente a chance de um indivíduo encontrar um doador compatível entre irmãos, de mesmo pai e mãe, é de 25%. Para 75% dos pacientes é necessário identificar um doador alternativo a partir do cadastro de doadores voluntários.

Para o diretor geral da Hemoba, Fernando Araújo, a parceria com os shoppings é fundamental para aumentar as chances dos pacientes que aguardam por um transplante. “Essa iniciativa vai nos aproximar da população neste período de férias e ampliar o banco de voluntários. Nosso objetivo é facilitar o acesso tanto à informação quanto à doação e os shoppings sempre foram grandes parceiros nesta causa”, pontua.

 

Ainda de acordo com o diretor, estar informado é muito importante para desmistificar o processo de doação. “As pessoas confundem medula óssea com medula espinhal. A medula óssea, popularmente conhecida como tutano, é um tecido líquido que se encontra na cavidade interna dos ossos achatados, e tem a função de fabricar as células sanguíneas. O paciente quando infiltra ou adoece a sua medula óssea precisa achar um doador compatível geneticamente para ser transplantado. O transplante de medula é um procedimento seguro e pouco invasivo. Normalmente, os doadores retornam às suas atividades habituais depois da primeira semana após a doação.Todo o processo, desde o cadastro dos voluntários até o transplante, é feito gratuitamente, através do nosso Sistema Único de Saúde (SUS)."

 

Em 2019, a Hemoba registrou mais de 20 mil novos cadastros voluntários de doadores de medula. Ao todo, a Bahia possui cerca de 184 mil pessoas cadastradas no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome).


Iara Matos, coordenadora de coleta, lembra aos doadores já cadastrados da importância de manter os dados pessoais atualizados. “É possível que alguns anos se passem antes de o doador ser chamado para ajudar um paciente compatível. Por isso, é preciso atualizar o cadastro sempre que houver mudança de e-mail ou telefone. Vamos realizar a atualização de cadastro nos shoppings, mas é possível também fazer de casa, através do site do Redome. (www.redome.inca.gov.br)”.

 

Os novos postos de cadastro ficarão na Praça de Serviços - Piso G1 do Salvador Shopping (próximo à Cazollita) e no Piso L1 do Salvador Norte Shopping (próximo à Papel & Cia). Mais de 100 mil pessoas passam por dia pelos locais.

 

Para ser um doador de medula óssea é preciso ter entre 18 e 55 anos incompletos e não possuir doenças infecciosas, câncer ou deficiências no sistema imunológico, preencher um formulário com dados pessoais e realizar a coleta de uma amostra de sangue com 5 ml para testes de compatibilidade. Os dados pessoais e os resultados dos testes armazenados no sistema são cruzados com os dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante. Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para efetivar a doação.

 

Ascom Hemoba